Uma expedição de bicicleta na Antártida soa a tarefa impossível. Mas não é. Será uma realidade no final de 2016.

Comecemos pelo preço para que ninguém vá ao engano: cerca de 70 mil euros por pessoa é quando custará esta aventura em duas rodas pela Antártida. Um valor demasiado elevado para a maioria dos leitores, se bem que os organizadores aconselhem a fazer a reserva com a maior brevidade possível, já que a procura tem sido muita.

Afinal, trata-se da primeira expedição em bicicleta realizada nesta parte do globo. Um programa de 18 dias que terá lugar apenas em dezembro de 2016, mas que começa já no mês de fevereiro, com um estágio no lago Winnipeg, no Canadá, de forma a que os participantes possam mostrar que têm pulmão e pedalada para tamanho desafio. A adaptação às condições adversas é um dos pontos mais sensíveis. Chegada a hora da aventura, os participantes não irão diretamente para a Antártida, ficando alguns dias instalados em Punta Arenas, no Chile, outras duas noites numa base glaciar e só depois começam a pedalar a sério. Que é como quem diz 111 quilómetros desde o paralelo 89 até ao polo sul, a uma média de 20 quilómetros por dia. Parece pouco, mas convém não esquecer que se trata de uma superfície gelada com temperaturas que ultrapassam os 40 graus negativos.
tdaglobalcycling.com/antarctica

Texto de João Ferreira Oliveira - Fotografias Direitos Reservados