O jornal britânico "The Independent" publicou na secção de viagens um roteiro pelo Porto, aconselhando os leitores a visitar uma cidade que ainda está por descobrir.

O jornal britânico The Independent publicou na secção de viagens um roteiro para se partir à descoberta da Invicta: vinhos de alta qualidade e um charme discreto que se vive numa cidade latina portuguesa com alma do norte. “O Porto pode ter sido um dos ponto de partida para os Descobrimentos Portugueses, mas ainda está à espera de ser descoberto”, escreveu David Whitley, autor da reportagem.

Bares e restaurantes instalados em edifícios antigos, o charme das ruas no centro que descem até à Ribeira, as cores das casas viradas para as margens do rio Douro, por onde encaixado entre todas sobressaem torres de igrejas e enquanto se caminha por ruas estreitas e se sobem degraus intermináveis. O encanto do Porto é que tudo está ligado, do mais antigo ao mais moderno, fazendo com que na cidade se respire um ambiente romântico e divertido.

“Para conhecer o Porto trabalha-se bastante os músculos das pernas”, garante David Whitley. Mas é garantido que vale a pena pelo que se descobre: nas ruas íngremes do centro, quando se atravessa até às caves de vinho do outro lado do rio, as casas coloridas forradas a azulejo azul e branco, e destaque para o Centro Português de Fotografia. Considera o museu como uma surpresa e aconselha a conhecer-se, pelas exposições e pela história de Portugal que conta. Igualmente, o World of Discoveris (worldofdiscoveris.com), na Rua de Miragaia 106, que é um museu interativo e parque temático, que recria a história dos Descobrimentos Portugueses. Outra das dicas é visitar as caves do vinho do Porto, em Vila Nova de Gaia. Fazer uma visita guiada pelas várias marcas, provando os vários Porto e conhendo a história que acompanha cada uma delas.


Conheça também: As melhores esplanadas do Porto para ir no inverno


O restaurante Bacalhau (bacalhauporto.pt), na zona ribeirinha, é a sugestão para se provar a ótima gastronomia tradicional, dos petiscos na tábua ao bacalhau. Assim como passar na sua loja/mercearia gourmet com produtos regionais e nacionais: queijo, azeite, vinho, cerveja artesanal, doces e artesanato. Na Rua de Cedofeita 256, a paragem é no Catraio. É um loja, bar e ponto de encontro para apreciadores de cerveja, com marcas artesanais à venda. “E para quem acha que a cortiça só serve para fechar garrafas de vinho, na loja Porto Signs (portosigns.pt), na rua Infante D. Henrique 71, há produtos portugueses feitos a partir deste material”: malas, chapéus, carteiras, e até chapéus-de-chuva. Assim como souvenirs e peças de design português.

A não perder também é o Palácio da Bolsa, um dos monumentos mais visitados da cidade e onde se destaca o Salão Árabe. Para ficar a dormir, aconselham o aparthotel Porto River, que abriu em setembro.

 

Redação - Fotografias Direitos Reservados
Fonte: The Independent - Travel