Decorreu esta quarta-feira, na Câmara Municipal de Amesterdão, a cerimónia protocolar pública que assinala o início da construção do futuro Pestana Amesterdão, na Amsteldik. O hotel situa-se numa das zonas mais nobres e com vista sobre o principal canal da cidade, perto do mítico Amstel Hotel, como dos principais museus, Centro de Congressos, centro histórico e vida noturna da cidade.

O novo cinco estrelas, garante o grupo, é ideal para negócios e lazer, resultando da conjugação de um emblemático edifício histórico com dois prédios modernos. É um projeto dos reconhecidos arquitetos holandeses Villanova, que vem dar continuidade ao trabalho de recuperação de património levado a cabo pelo Pestana Hotel Group. Os interiores ficam a cargo do Studio Linse, do designer Paul Linse, que recentemente assinou o restaurante do Riksmuseum.


Leia também: A melhor forma de conhecer Amesterdão sem pagar


No Pestana Amesterdão vão haver 154 quartos, dos quais 32 serão apartamentos, salas de reuniões e eventos, restaurante, bar, esplanada em pátio histórico, spa com piscina interior e ginásio. A restauração será uma das apostas fortes, prometendo um chef de renome.

Amesterdão será a quinta cidade europeia com unidades Pestana, juntando-se a Lisboa, Barcelona, Londres e Berlim. Fora de Portugal, o maior grupo hoteleiro nacional tem hotéis em Espanha, Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos, Cuba, Argentina, Brasil, Uruguai Venezuela, África do Sul, Moçambique, Cabo Verde, Marrocos e São Tomé e Príncipe.


Mais notícias sobre o tema:

Roteiro pelo bairro da moda em Amesterdão: saiba onde ir
É o maior negócio de sempre do setor da hotelaria em Portugal


 

Redação - Fotografias Direitos Reservados