Bocas del Toro é o nome de uma das províncias do Panamá, localizada de peito aberto para o mar Caribe, mas não é bem da província que falamos, mas sim do arquipélago com o mesmo nome. Faz parte da província, está a pouquíssimos quilómetros do continente e a verdade é que esta curta distância é mais do que suficiente para que as suas nove ilhas e várias dezenas de ilhotas desabitadas permaneçam tão belas como limpas. Um paraíso para amantes de turismo ecológico ou “Galápagos das Caraíbas” são algumas das expressões utilizadas para caracterizar um território que permanece ainda relativamente desconhecido do grande público.

O mais certo é que tudo comece a mudar, afinal a conceituada revista norte-americana Travel+Leisure recentemente colocou-a no topo da sua lista de destinos. Está programada a abertura de alguns hotéis de charme e pequenos resorts, mas os responsáveis locais garantem que a beleza do território e a qualidade das suas águas se vai manter intocável. Uma terra com uma aura paradisíaca, meio virgem, onde tanto é possível encontrar praias desertas, águas cristalinas repletas de golfinhos, recifes de coral, como autênticas florestas tropicais.

Perto de 90 mil pessoas vivem nesta província do Panamá.

Fica a apenas cerca de uma hora da Cidade do Panamá ou San José (Costa Rica), o transporte é, sobretudo, feito em pequenos barcos, o peixe fresco e a própria capital da ilha, Bocas, com menos de 15 mil pessoas e casas de madeira, representa o casamento perfeito entre a alma latina e a essência caribenha.

A não perder

Cayos Zapatilla: grupo de duas ilhas desabitadas rodeadas por recife de coral. Tem 14 hectares de extensão e faz parte do Parque Nacional Marinho Isla Bastimentos

Isla Bastimentos: Uma das maiores ilhas do Panamá (62 quilómetros quadrados de área) com uma população a rondar os dois mil habitantes. É vista como boa alternativa à zona mais agitada da região de Bocas del Toro, estando apenas a dez minutos de barco de distância. As praias são de capa de revista.

Wizard Beach: É considerada a mais bela praia de Bastimentos, de areia dourada e selva quase até ao mar. O caminho para lá chegar faz parte de uma experiência única.


Moeda: Dólar americano (0,92 euros)
Fuso horário: GMT -5 horas
Idioma: Castelhano e Inglês
Quando ir: A chuva é uma constante, mas sobretudo entre julho e setembro. (bocasdeltoro.com)
Ficar: Sarani Resort (Isla Pastores, Bocas del Toro; Tel.: +1 205 4415900; Preço sob consulta; saraniresort.com)

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Texto de João Ferreira Oliveira - Fotografias Direitos Reservados