A fotografia reproduz um 'arco-íris' de luminescência fotoquímica, em ondas gravíticas (oscilações) da atmosfera.

Uma imagem do astrofotógrafo português Miguel Claro, captada na ilha do Pico, nos Açores, voltou a ser a fotografia de astronomia ‘do dia’ da agência espacial norte-americana NASA.

A foto, publicada na terça-feira passada pela NASA, reproduz um ‘arco-íris’ de luminescência fotoquímica, em ondas gravíticas (oscilações) da atmosfera, descreve o autor numa mensagem de correio eletrónico enviada à Lusa.

Miguel Claro adianta que fixou um fenómeno raro de se ver, enquanto fotografava durante a noite a Via Láctea sobre a ilha do Faial, na subida da montanha do Pico. O fenómeno foi também registado, a partir do espaço, pelo satélite NOAA/NASA.

As ‘listas’ vermelhas que se veem na foto são, provavelmente, originadas por moléculas de hidroxilo (formadas por um átomo de hidrogénio e outro de oxigénio), a 87 quilómetros de altura e estimuladas por luz ultravioleta do Sol, explica a NASA na legenda da imagem.

Leia a notícia completa no Diário de Notícias.

Miguel Claro Astrophotography: facebook.com/Astroarte

Por DN/Lusa - Fotografia de Miguel Claro