A Tate Modern vai ter uma exposição com selfies (ou autorretratos) de 50 artistas. Nem o pintor Marcel Duchamp resistiu à tentação - que não é de hoje.

A febre das selfies atacou em força nos últimos anos, devido à proliferação dos smartphones. Mas a verdade é que há já várias décadas que as pessoas se fotografam – basta recordar o velho autorretrato, termo quase caído em desuso.

Por puro prazer, vaidade ou fruto de uma performance, muitos artistas não resistiram a apontar a lente na sua direção, mostrando que captar o próprio ego também pode ser uma arte. É precisamente isto que tenta mostrar a exposição Performing for the Camera, patente na Tate Modern, em Londres, até ao próximo dia 12 de junho.

Mais de quinhentas imagens de meia centena de artistas, entre eles o pintor francês Yves Klein, a fotógrafa e cineasta norte-americana Cindy Sherman – por muitos considerada a rainha do autorretrato – e até Marcel Duchamp, pintor e escultor dadaísta francês quase sempre (e injustamente) lembrado pelo seu famoso urinol. Kim Kardashian não integra a exposição.
tate.org.uk

Texto de João Ferreira Oliveira - Fotografias Direitos Reservados