Se sempre sonhou deixar tudo e ir viver para uma ilha paradisíaca, esta poderá ser a sua oportunidade. Fica do outro lado do mundo, longe de tudo, na Micronésia. Para isso só precisa de 49 dólares (44 euros) e alguma sorte, mas não é impossível e não custa tentar.

O casal proprietário da ilha deciciu que, depois de 24 anos, é a altura de se reformarem. E vão para a Austrália para conseguirem estar mais perto da família. Querem, então, que o resort – que está totalmente equipado e a funcionar – possa continuar nas mãos de alguém que tenha esse sonho.

«Queremos tornar o resort acessível a toda a gente», explicou Doug Beitz. «Ainda que estejamos tristes por deixá-lo, ao mesmo tempo estamos emociados com a oportunidade de realizar o sonho de alguém.»

O Kosrae Nautilus Resort fica na ilha tropical Kosrae, num arquipélago no Pacífico Sul. A ilha remota é um autêntico postal: praias de sonho, ondas ideais para a prática de surf, fundos com recifes de coral para amantes de mergulho e uma natureza densa que cobre cada canto.

Tudo o que precisa de fazer é comprar uma senha, a partir de 49 dólares, e fica habilitado a ser o vencedor. Claro que, quantas mais comprar mais aumenta a probabilidade de ser chamado no próximo dia 26 de julho, às 10 horas (hora local). O sorteio vai ser transmitido em direto no Youtube ou no Facebook, e vai estar presente um notário e um advogado para garantir que o resultado é imparcial através do site random.org. Pode participar qualquer pessoa com idade igual ou superior a 21 anos.

Para quem for o sortudo, terá que assumir a gestão do resort. Não tem experiência? Poderá sempre contratar alguém para esse cargo, ficando com a melhor parte: aproveitar a qualidade de uma ilha tropical. Até porque tudo está pronto, desde as instalações, a equipa de 16 funcionários que já lá trabalha há vários anos, e o próximo verão com 50% das reservas feitas.

O paraíso está à sua espera.

Tem toda a informação e regulamento disponível aqui, assim como a garantia de que o negócio não está falido.
Veja o vídeo da ilha:

Por Nuno Mota Gomes - Fotografias Direitos Reservados