Mergulhamos no Índico com o escritor José Luís Peixoto. O arquipélago das Seychelles é muito mais do que um destino de lua-de-mel: história, natureza e gastronomia.

Seychelles

Moeda: Rupia das Seychelles. 1 euro = 14,8 SCR (Euro geralmente aceite)
Fuso horário: GMT +3
Idioma: Creoulo, Inglês e Francês
Quando ir: de outubro a março o vento de noroeste traz menos chuva. De abril a setembro é de sudoeste que o vento sopra, trazendo mais humidade e força para velejar.
Ir: A Emirates (emirates.com) voa de Lisboa para as Seychelles, com escala no Dubai, todos os dias a partir de 1000 euros por pessoa e por percurso.

Onde ficar

Mahé
Hilton Northolme Resort & Spa
Na mais populosa ilha do arquipélago, zona norte. Resort onde se privilegia a tranquilidade (crianças com menos de 13 anos não permitidas) e os momentos adois. Boa opção para luas-de-mel, com praias pequenas e discretas. Destaque para o restaurante Ocean View onde os pequenosalmoços sabem ainda melhor dada a localização sobre o mar. Possibilidade de atividades como snorkelling, passeios de caiaque ou idas à vizinha praia de Beau Vallon.

Glacis, Victoria, Mahé
Tel.: +248 4299000
Villa para duas pessoas a partir de 301 euros por noite com pequeno-almoço.
hilton.com

Silhouette
Hilton Labriz
Faz parte da lista dos mais exclusivos resorts das Seychelles, fica a pouco menos de uma hora de barco da ilha de Mahé e dela visível a olho nu. O resort tem adjacente uma pequena aldeia com cerca de 50 pessoas e uma história rica que envolve a família Douban. Serviço de excelência, praias de sonho e possibilidade de inúmeras atividades como mergulho, aulas de culinária tradicional, snorkelling ou caminhadas pela impressionante natureza desta ilha quase da fantasia.

La Passe, Silhouette
Tel.: +248 4293949
Villa para duas pessoas a partir de 525 euros por noite
hilton.com

La Digue
Étoile Labrine
Esta pousada familiar gerida por Joanna e pelo filho Apever é o reflexo de uma ilha especial. Em La Digue não há carros particulares, apenas bicicletas e cinco táxis, além de veículos para serviços específicos de transporte ou de construção. O sossego e o silêncio imperam, lado a lado com algumas das praias mais famosas do arquipélago, como a sempre premiada Source d’Argent. Funciona em regime de meia pensão e o jantar é um dos momentos altos do dia, com uma ementa quase sempre baseada na rica cozinha creola. Quartos simples, funcionais, com pequeno jardim à frente onde se estaciona a bicicleta (aluguer a cerca de 7 euros por dia).

La Digue
Tel.: +248 4235140
Quarto duplo a partir de 120 euros por noite em meia pensão
etoile-labrine.com

Sainte Anne
Beachcomber Sainte Anne
Mesmo em frente à ilha de Mahé (a dez minutos de barco), está Sainte Anne, o local onde chegaram os primeiros colonos das Seychelles. É aí que encontramos o Beachcomber Resort, 87 villas dispersas por um vasto palmeiral. A história da ilha pode servir de chamariz, mas não descure a excelente oferta gastronómica dos restaurantes do resort, bem como as praias e as atividades de mergulho, caminhada ou música.

Ilha de Sainte Anne
Tel.: +248 4292000
Quarto duplo a partir de 188 euros por noite com pequeno-almoço.
sainteanne-island.com

Visitar

Victoria
É a mais pequena capital do mundo, sendo muito fácil de descobrir os principais pontos de interesse. O relógio que é réplica em tamanhoreduzido do londrino Big Ben serve de rotunda ao trânsito da cidade. O Mercado central é de visita obrigatória para quem gosta de produtos frescos e exóticos. O templo hindu, junto ao Mercado, também faz parte do roteiro de quem visita Victoria. É uma cidade bem organizada, segura e com algum encanto, a fazer lembrar em dados momentos e locaisas latitudes das Caraíbas e a sua herança colonial francesa e inglesa. Beau Vallon Todas as quartas-feiras, nesta praia, realiza-se um mercado de rua onde poderá provar os melhores petiscos das Seychelles a preços bastante em conta, quando comparados com o que se passa no resto do país. Além disso, esta praia na ilha de Mahé é o local indicado para assistir e fotografar/filmar o pôr do Sol.

Comer

A cozinha creola tem de ser destacada – e provada. Pratos como a salada de polvo, o caril domesmo com côco ou as inúmeras variedades de peixe grelhado. Entre as muitas variedades de caril, destaque para o do morcego da fruta, um prato tradicional nestas ilhas. Em Mahé, destacamos os restaurantes Marie Antoinette (Victoria) e Plage (Beau Vallon). O primeiro pela tradição, o segundo pela localização na praia.

Agradecimentos:

Com o apoio:

Texto de José Luís Peixoto - Fotografias de Rafael Reigota