A riqueza e o reverso da moeda

A temperatura chega aos 50 graus, a densidade populacional é tremenda, 1800 habitantes por quilómetro quadrado, e o rendimento per capita ultrapassa os 50 mil dólares. O Barém é um dos países mais ricos do mundo, com uma economia assente no petróleo mas também na (relativa) estabilidade política e social, essencial para o turismo e para o seu posto como praça financeira do mundo islâmico.

A população ronda os 1,3 milhões, um terço vive na capital Manama. O território, composto por 33 ilhas, tem vindo a crescer através de aterros, situando-se hoje nos 760 quilómetros quadrados. Reza uma lenda local que o jardim do Éden terá sido algures por aqui, contudo a realidade anda longe desses tempos. Os salários são altos, a educação é gratuita (para os cidadãos) e a saúde também, mas segundo a Human Rights Watch há sérias limitações à liberdade de expressão, condições de trabalho dos imigrantes e relatos de conduta abusiva das autoridades. É um destino onde não faltam praias, compras, spas e eventos como o GP de Fórmula 1.

Barém
26°13’15”N 50°34’45”E

Redação - Fotografias Direitos Reservados