No dia 1 de setembro fez-se história. Aconteceu o primeiro voo comercial entre os Estados Unidos da América e Cuba, depois de mais de 50 anos sem ligação aérea. Partiu de Fort Lauderlade, na Flórida, com destino a Santa Clara, em Cuba.

A quebra da barreira diplomática entre os dois países está em negociações desde dezembro de 2014. E este é mais um sinal de que a reaproximação se está a finalizar. Já este ano, em março, o Presidente Barack Obama tinha realizado a primeira visita oficial – histórica – a Havana.

A bordo do voo 387 da companhia aérea JetBlue estavam 150 pessoas, entre jornalistas, turistas, responsáveis governamentais, incluindo o secretário norte-americano dos Transportes, Anthony Foxx. No entanto, o embargo comercial continua a existir, havendo – para já – a porta aberta a nível turístico somente para visitas à família ou viagens com motivos profissionais, culturais, religiosos e educativos.

A Volta ao Mundo testemunhou os ventos de mudança na ilha caribenha. Com ou sem norte-americanos, com ou sem os irmãos Castro, Cuba será sempre muito mais do que um ensolarado resort socialista para estrangeiro ver. Leia a reportagem aqui e saiba o que visitar.

Por NMG - Fotografias Direitos Reservados