Sófia, a capital da Bulgária, é a cidade europeia mais barata para viajar. Já a Islândia, está no top dos destinos cada vez mais caros. Quem o diz são os especialistas do Price of Travel que todos os anos divulgam o Backpacker Index, um estudo que avalia custos de viagem para algumas das cidades mais populares. Entenda-se que, por exemplo, Lisboa é apresentada aqui e não é a cidade mais barata de Portugal, mas é o destino número um. Assim como Madrid não é em Espanha, mas está no top das preferências dos viajantes.

Para cada dia, o valor inclui: uma noite num hostel barato (mas com condições), numa localização central e com comentários positivos nos sites de reservas de alojamentos; duas viagens em transportes públicos; uma entrada numa atração turística ou museu; três refeições e três cervejas – que podem ser consideradas um gasto diário adicional para quem não bebe álcool.

Os valores apresentados são estimativas do que é possível gastar, para que possa ser mais fácil decidir o próximo destino de viagem, comparando cidade a cidade. No caso dos destinos que não têm o Euro a circular, os preços convertidos correspondem ao valor do câmbio na data de publicação do artigo – 24 de janeiro de 2017.

Por N.M.G. – Fotografias Shutterstock.com

Veja também:
Este é o truque para poupar no bilhete de avião
Destinos europeus mais baratos para cada mês do ano

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.