O Yoga é uma filosofia de vida, une o corpo, a mente e o espírito, através de diferentes práticas que permitem que uma transformação aconteça. Teve origem na Índia, há alguns milhares de anos, mas hoje é praticada em todo o mundo.

A palavra sânscrita yoga tem diversos significados e deriva da raiz yuj, que significa “controlar”, “unir” ou “concentração”. O sânscrito é uma das línguas mais antigas do mundo. «Devido à sua grande influência na tradição hindu e nas práticas de yoga, o sânscrito é a língua em que os mantras e os textos sagrados são escritos e falados», explica Filipa Veiga, autora de Yoga-me: a Arte de Abrir o Coração, blogger, ex-jornalista, e praticante desta modalidade que andou pelo mundo atrás da modalidade, viveu em Bali e esteve na Índia.

O yoga pode melhorar a flexibilidade, a resistência, o equilíbrio e a força. Para além disso, reduz a ansiedade e o stress. «O Yoga é o controlo, a coordenação e a quietude das constantes oscilações da mente», diz Filipa Veiga. «Começa por ser uma prática física, mas, se se dedicar, torna-se um estilo de vida.»

«Um bom viajante não tem planos fixos, nem intenção de chegar», Lao-Tsé

A autora de Yoga-me: a Arte de Abrir o Coração explica que «o caminho da espiritualidade está intimamente ligado à descoberta. Explorar, questionar, conhecer». E é isso mesmo que muitos praticantes de yoga fazem: viajam pelo mundo para descobrir e explorar novos lugares, culturas, tradições e, também, se conhecerem a si próprios.

Dicas de Filipa Veiga para um dia “nutritivo”
– Acorde antes de toda a família.
– Tome um duche rápido para tonificar os músculos e limpar.
– Beba água morna com limão.
– Sente-se, numa pequena meditação matinal.
– Pratique alguns exercícios.
– Faça um sumo verde só com vegetais verdes que tem no frigorífico (se não tiver a máquina se sumos ideal, use a liquidificadora e coe num pano de cozinha velho, para separar os fios do sumo).
– Olhe-se ao espelho e diga como é abençoado por ter a experiência de viver aqui e agora.

Desafio lançado no livro
– Experimente uma aula de yoga e analise a sua mente antes e depois.
– Estenda o tapete e pratique sem o telemóvel ou o computador por perto (e não vale pôr o telemóvel no modo de vibração!).
– Dedique este curto espaço de tempo só a si. Usufrua deste momento que é só seu.
– Sorria: é uma pessoa afortunada por estar a praticar yoga.
– No fim, escreva como se sente.

Filipa Veiga, Yoga-me: A Arte de Abrir o Coração

Saiba mais sobre os melhores países para a prática de yoga na fotogaleria.

Por Mafalda Magrini – Fotografias Direitos Reservados

Veja também:
50 destinos mais baratos para viajar
Casas na natureza para se desligar do mundo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.