A famosa Lagoa Azul, a cinquenta minutos de carro da capital da Islândia, Reiquejavique, vai ter um hotel de luxo. A Lagoa é uma das principais atrações da ilha, que todos os turistas fazem questão de visitar. É, por isso, um local muito concorrido.

O «Lava Cove and Moss Hotel», que será o primeiro hotel naquele local, foi pensado para quem quer tirar proveito deste spa geotermal, mas também ter uma experiência mais privada, longe da confusão.

O hotel será construído num fluxo de lava com mais de 800 anos, situado na zona sudoeste da lagoa. Vai ser divido em quatro áreas: o Moss Hotel, com 62 quartos, uma biblioteca e um lounge; o restaurante Moss, onde os hóspedes poderão provar um menu de degustação com sete pratos diferentes; o Lava Cove, um spa subterrâneo que utiliza o vapor das pedras vulcânicas aquecidas; e a Lava Lagoon, uma piscina de água quente que é uma extensão da Lagoa Azul.

Os quartos terão cinco tipologias diferentes: Moss Room, Lava Room, Moss Suite, Lava Suite e Blue Lagoon Suite. Todos terão uma parede de vidro, e uma varanda (no caso de ser no primeiro andar) ou terraço (no caso dos quartos no rés-do-chão).

O «Lava Cove and Moss Hotel» vai abrir no outono, e os preços por noite começam nos 913€.


Veja também:
10 hotéis para ficas na Islândia sem pagar uma fortuna
Reiquejavique: aqui o paraíso cheira a enxofre

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.