Zeitz Museum of Contemporary Art Africa

Zeitz Museum, Zeitz e, sobretudo, MoCAA. É desta forma que este museu localizado na Cidade do Cabo, na África do Sul, passará a ser designado no mundo da arte.

Os responsáveis não têm receio de que seja confundido com o MoMa, em Nova Iorque, bem pelo contrário. Fazem mesmo questão de colocar-se no mesmo patamar do museu norte-americano, apesar de a geografia africana estar quase sempre afastada do mundo da arte, pelo menos a este nível.

A abertura do Zeitz MOCAA está prevista para 22 de setembro. Também terá um hotel de charme: The Silo Hotel.

Não se tratará «apenas» da maior galeria de arte africana contemporânea, mas também de uma das mais completas coleções da atualidade. E um dos mais significativos trabalhos arquitetónicas dos últimos tempos. A coleção (com obras posteriores a 2000) pertence a Jochen Zeitz, antigo CEO da marca desportiva Puma, já o projeto cabe ao arquiteto Thomas Heatherwick, que recuperou o Silo Builing, um dos edifícios mais icónicos do continente.

+ Entrada livre durante a abertura oficial, entre 22 e 25 de setembro.

Por João Ferreira Oliveira – Fotografias Direitos Reservados

Veja também:
Volta ao Mundo na África do Sul com José Luís Peixoto [vídeo]
Cidade do Cabo: viagem por uma cidade multicultural e muito cool