Na passada quarta-feira, 5 de abril, foi revelada a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo. Em primeiro lugar ficou o norte-americano Eleven Madison Park, situado em Nova Iorque.

A eslovena Ana Roš, do Hiša Franko, em Kobarid, Eslovénia, foi eleita a melhor Chef mulher do mundo. Ana Roš, que rejeitou uma carreira como diplomata, em Bruxelas, começou por ajudar o marido no seu restaurante de família. Depois de viajar e experimentar vários restaurantes de todo o mundo, a Chef acabou por desenvolver a sua própria identidade gastronómica. No restaurante Hiša Franko, Ana faz questão de usar produtos nacionais e algumas influências das vizinhas Itália, Hungria, Áustria e Croácia.

A Volta ao Mundo esteve com Ana Roš, no seu restaurante Hiša Franko, na Eslovénia. Leia a reportagem, aqui.

Virgilio Martínez recebeu o prémio «Chef Choice Award 2017», patrocinado pela cerveja Estrella Damm. O peruano foi eleito o melhor Chef do mundo pelos seus colegas de profissão. Virgilio foi considerado líder de uma nova geração de cozinheiros, pelo valor que atribui aos ingredientes locais das difereVirgilio Martínezntes regiões do Peru, tais como a Amazónia e os Andes. Central, em Lima, no Peru, é o melhor restaurante da América do Sul e surge na quinta posição do ranking dos 50 melhores restaurantes.

Conheça os 50 melhores restaurantes do mundo, aqui.


Veja também:
Liubliana: a capital da Eslovénia é um segredo na Europa
10 locais obrigatórios para visitar no Peru

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.