O povo da Tailândia tem uma forma muito especial de celebrar o Ano Novo Tailandês: que tal uma guerra de água?

O Songkran, festival budista que celebra o fim do ano, acontece entre 13 e 15 de abril de 2017. A passagem de ano é um acontecimento muito importante e, para celebrá-lo, os tailandeses atiram água uns aos outros. Antes de se ter tornado uma «guerra de água» conhecida mundialmente, o Songkran servia para o povo tailandês se preparar para um novo começo e fazer uma limpeza espiritual. Muitas pessoas atiravam água aos membros da família para que começassem o novo ano com sorte e prosperidade.

Segundo a lenda budista, Songkran significa transformação e por isso, durante estes três dias (cinco conforme a região da Tailândia), há procissões coloridas até aos templos, para que as pessoas prestem homenagem ao seu Buddha, e pratiquem boas ações. Mas hoje em dia, Songkran é também sinónimo de um festival de água que atrai visitantes vindos de vários países. Aliás, os estrangeiros são bem-vindos e convidados a molhar as imagens sagradas de Buddha nos templos, uma ação que traz boa sorte para o Ano Novo.

Há pistolas de água e baldes à venda por todo o lado e serão muitas as «guerras» e festas durante estes dias. No entanto, as autoridades tailandesas encetaram esforços para que este fosse um Songkran silencioso, já que o país está ainda de luto devido à morte do Rei Bhumibol Adulyadej, em outubro de 2016. Foi pedido que as atividades de entretenimento e a venda de pós coloridos e pistolas de água fossem suspensas perto de Khao San Road, em Bangkok. O objetivo é que as pessoas se concentrem apenas no lado cultural desta celebração. A Autoridade de Turismo da Tailândia (TAT) afirmou que todos os seus eventos e festas vão terminar à meia-noite.


Veja também:
Volta ao Mundo na Tailândia (Episódio 1 – RTP3)
As ilhas paradisíacas e menos turísticas da Tailândia

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.