A aldeia de Bormida, na região de Ligúria, no norte de Itália, está à procura de novos residentes e promete oferecer-lhes dois mil euros.

O objetivo é combater a desertificação do local – que tem apenas 394 habitantes – e dar-lhe uma nova vida. Para atrair pessoas, o autarca local, Daniele Galliano, está disposto a oferecer dois mil euros a quem quiser mudar-se para Bormida. As condições são simples: a partir do próximo ano, quem arrendar ou comprar uma propriedade na aldeia italiana receberá o valor prometido e livre de impostos.

Entretanto, está previsto que daqui a dois meses as rendas das casas mais pequenas sejam fixadas em apenas 50 euros por mês. Já as moradias grandes deverão custar 120 euros mensalmente.

«Somos uma comunidade pequena mas muito acolhedora. Estamos no cimo de uma montanha, mas não muito longe do mar – é um estilo de vida saudável, o ar é muito limpo», disse um conselheiro local ao The Guardian.

Na localidade, há apenas quatro restaurantes e uma igreja. O gerente do Oddone Giuseppe, um dos restaurantes, afirma: «Não há muitas coisas para fazer aqui. Mas a vida é simples e natural. Temos florestas, cabras, a igreja e ótima comida. A vida de quem se mudasse seria definitivamente livre de stress».

A região da Ligúria tem muitos destinos para visitar, como Cinque Terre, Portofino, Génova, Vernazza, Riomaggiore e Manarolla.


Veja também:
Aldeia destruída por terramoto é a localidade mais bonita de Itália
À descoberta da Ligúria com Gonçalo Cadilhe

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.