Alex Macheras, de 20 anos, é um britânico com um trabalho de sonho: viaja pelo mundo – a maioria das vezes em primeira classe – a testar novos aviões antes de serem entregues aos clientes.

Alex é um apaixonado pelo mundo da aviação. Aos oito anos sabia fazer a demonstração de segurança em cinco línguas diferentes. Estudava tudo o que houvesse para saber sobre aviões e chegou a ter aulas de voo. Estava constantemente a ler sobre as novas tendências na aviação e tinha como inspiração Richard Branson, o fundador da Virgin.

«Nasci com o bichinho das viagens», contou ao Business Insider. «Há vídeos meus em bebé a apontar para o céu. A ligação aos aviões nunca esteve presente na minha família – os meus pais trabalham em culinária e no ramo do automobilismo».

Tinha 14 anos quando foi abordado por uma rádio inglesa para fazer comentários sobre aviação. «Na altura, estava sempre a fazer tweets sobre as notícias do momento, e explicava tudo no Twitter. A LBC quis pôr-me no ar. Mas ninguém tinha noção da minha idade – eu fiz rádio durante anos sem que o público soubesse que eu era um miúdo», disse.

Aos 16 anos, apareceu na Sky News e começou a colaborar com a estação. Passado pouco tempo, assinou contratos com outras televisões para continuar a fazer análises sobre aviação. A escola passou para segundo plano: Alex terminou o secundário a fazer part-time. Quando acabou os estudos, passou a trabalhar a tempo inteiro.

Hoje, é um perito em aviação e viaja pelo mundo em primeira classe e em aviões vazios, testando-os antes de serem entregues aos clientes. Na sua página do Instagram e do Twitter – que contam com milhares de seguidores -, vai partilhando imagens do seu trabalho de sonho e da vida que este lhe proporciona.

Agora, aos 20 anos, vê os aviões primeiro que os outros, participa em voos de teste, e experimenta as refeições e bebidas – que incluem muito champanhe – das mais diversas companhias aéreas. Para além disso, as suas viagens dão-lhe acesso aos lounges de primeira classe nos aeroportos, a refeições luxuosas antes de cada voo, e a conviver com as tripulações e pilotos.

Quando não está a viajar, fala sobre as últimas notícias da aviação na rádio ou televisão, escreve artigos sobre um voo de teste, ou participa num «Twitter Q&A» (perguntas e respostas em direto, no Twitter).

Quando lhe perguntam onde fica a sua casa, Alex responde: «no ar». Aliás, na sua página do Twitter, é possível ler: «normalmente, a 11 500 metros de altitude».

Ao contrário do trabalho dos comissários de bordo, este especialista afirma que o dele é flexível: «Há tempo suficiente para umas férias entre as viagens».

Por Mafalda Magrini – Fotos Alex Macheras

É um segredo na Europa e um grande destino de viagem


Veja também:
Deu a volta ao mundo e ficou milionário
“Viajar pelo mundo é a melhor educação para as crianças”

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.