Já imaginou uma visita guiada pela cidade de Londres, que passa por alguns dos locais mais importantes, e que não consiste em estar sentado num autocarro de dois andares?

A experiência de estar num dos autocarros descobertos pode ter as suas vantagens: conseguem ver-se os principais monumentos num curto espaço de tempo, podendo os visitantes sair onde querem e entrar mais tarde (o que lhe dá tempo para descobrir sozinho aquilo que pretender). No entanto, a experiência não se torna pessoal, já que nos encontramos rodeados de outros turistas que falam as suas línguas, no meio de filas e confusão.

Agora, há uma nova forma de passear em Londres e de fazer uma visita guiada por alguns dos principais locais. A empresa Yonda lançou a primeira tour em que é a própria pessoa quem conduz – e estamos a falar de um Smart descapotável.

Se à primeira vista poderia parecer assustador – guiar no trânsito complicado de Londres não deveria ser destinado apenas aos habitantes locais? -, logo se percebe que é bastante fácil, isto apesar de se conduzir com o volante no lado direito. Os trajetos da tour e os comentários sobre cada lugar são transmitidos através de um tablet, que se coloca no tablier do carro. Portanto, não tem de ter medo de se perder. Para além disso, o GPS está sincronizado com esses comentários, que só se iniciam quando o carro está realmente a chegar às referências da cidade. Caso ande devagar ou esteja parado no trânsito, receberá mais informações sobre as ruas e os monumentos. Se se enganar e virar no sítio errado, as explicações param e o GPS indica-lhe que deve fazer inversão de marcha ou dizem-lhe como voltar à rota certa.

Os comentários – que são interessantes, engraçados e irreverentes – destinam-se a turistas estrangeiros com algum interesse na Família Real, em David Beckham e em filmes realizados em Londres. Mas há muito mais para descobrir para aqueles que se consideram verdadeiros londrinos.

Com estas viagens de Smart poderá passar pelas ruas de Soho e de Mayfair, conhecer a Trafalgar Square, o mercado de Covent Garden, o Big Ben e o Buckingham Palace. A visita tem a duração de uma hora e meia e custa 60 libras (à volta de 70 euros). O Smart pode levar duas pessoas, incluindo uma criança (se for menor de 12 anos, a empresa fornece a cadeira própria). Saiba mais em goyonda.com


Veja também:
Londres teve o primeiro autocarro turístico para cães
14 cidades europeias perfeitas para viajar sozinho

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.