Há milhares de bloggers de viagens que percorrem o mundo e tiram fotografias de fazer inveja a qualquer um. Mas este é diferente de todos os outros. Sim, também ele tem um blogue de viagens, também vai andando de país em país e também partilha imagens incríveis. Só que as suas fotos têm algo de invulgar: nelas, surge vestido com um kilt escocês e segura uma gaita de foles.

Ross Jennings, um escocês de 27 anos, quis fazer algo que o diferenciasse de todos os outros bloggers, que vão publicando a sua vida no Instagram. A aventura começou em 2014, quando assistiu a um espetáculo sobre viagens, em Londres, que o impulsionou a despedir-se do emprego e começar a viajar pelo mundo. O objetivo? Ser a primeira pessoa a tocar gaita de foles em todos os países.

«Neste momento, já toquei em 60. Combinar duas coisas – viagens e uma gaita de foles – e um recorde mundial, parecia uma ideia suficientemente ambiciosa. Mas rapidamente percebi que o recorde não é a parte mais importante desta jornada. As minhas razões mudaram desde que comecei – são as experiências e os encontros que vou tendo com pessoas de outros países que alimentam este meu desejo de continuar», contou ao jornal britânico The Independent.

De todas as experiências, a mais marcante foi tocar numa reserva natural: «Estava em Nairobi e perguntei se poderia visitar um santuário de girafas com a minha gaita de foles. Dois minutos depois de ter começado a tocar, tinha uma plateia de girafas à minha frente. Chegaram tão perto que pude alimentá-las».

O facto de tocar em toda a parte dá-lhe uma perspetiva única sobre os lugares por onde passa e sobre as pessoas que vai encontrando. «Por qualquer razão, quando começo a tocar as pessoas parecem sentir-se mais abertas comigo e, consequentemente, também eu me sinto mais aberto com elas. A combinação do kilt e da gaita de foles consegue derrubar barreiras e colocar-me em situações em que, de outra forma, nunca estaria», afirma. No Bahrein, muitas mulheres vestidas com burkas que apenas deixavam ver os olhos, pediram-lhe para tirar fotografias com ele – algo bastante incomum, contaram-lhe mais tarde.

Tirando os guardas do Templo do Céu, em Pequim, Ross nunca teve uma receção negativa. Muitas pessoas sabiam o que era uma gaita de foles, mas ficavam admiradas com a sua dimensão. As reações foram sempre engraçadas e envolveram muitos sorrisos.

Recentemente, Ross venceu os prémios «Flight Center’s 2017 Travel Blog Awards» com o seu site de viagens e fotografias, thefirstpiper.com.

Por Mafalda Magrini – Fotografias Ross Jennings

Veja também:
Dois fotógrafos viajam pelo mundo juntos, mas separados
Venderam a casa para viajar pelo mundo de autocaravana com o filho

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.