É tradição lançar uma moeda para a Fontana di Trevi, em Roma, e pedir um desejo.

A lenda teve origem no filme vencedor de um Óscar «Three Coins in the Fountain» (em português, «A Fonte dos Desejos»), que estreou em 1954. Conta a história que, se atirar uma moeda por cima do ombro para dentro da fonte, regressará um dia a Roma. Se atirar duas, encontrará o amor da sua vida. Três moedas garantem que se case com uma romana ou um romano.

Apesar de se tratar apenas de uma lenda, milhões de turistas visitam o local todos os anos e fazem questão de lançar também uma moeda. Aliás, a fonte tem de ser limpa todos os dias, tal é a quantidade de moedas que acaba por ficar depositada no seu interior. Em 2016, foram retirados cerca de 1,4 milhões de euros, de acordo com a NBC News.

Mas para onde vão, afinal, as moedas?

As moedas retiradas da fonte são limpas, pesadas, contadas e entregues à Caritas, uma organização internacional católica sem fins lucrativos. Depois de recebido, o dinheiro é utilizado em inúmeras iniciativas, como a construção de uma mercearia para os mais pobres ou o apoio a um local de acolhimento de doentes com sida.

Curioso também é que no interior da fonte não se encontram apenas moedas – há outros objetos, como óculos, medalhas religiosas, e até algumas dentaduras.


Veja também:
O que vai mudar na Fontana di Trevi e na Piazza Navona
10 locais que não pode perder em Roma

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.