A Mercer, empresa especializada em consultoria, apresentou o seu 23º estudo global sobre o Custo de Vida de 2017 (Cost of Living Survey).

A análise cobriu 400 cidades de todo o mundo, comparando 200 items diferentes, desde habitação e transportes, a alimentação e produtos para a casa.

África, Ásia e Europa dominam a lista das localizações mais caras para quem emigra. Lisboa desceu três posições no ranking – da 134ª posição em 2016, para o 137º lugar -, contrariando a tendência verificada no ano passado.

Por exemplo, o preço de arrendamento de um T3 em Lisboa custa cerca de dois mil euros e em Luanda ronda os 12 mil. Uma ida ao cinema em Londres custa quase três vezes mais do que na capital portuguesa. E um café em Hong Kong chega a custar mais de sete euros.

Conheça as dez cidades mais caras para viver, na nossa fotogaleria.


Veja também:
As praias mais baratas (e mais caras) do mundo
Pequenas cidades para cada tipo de viajante

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.