Os finlandeses comemoram este ano o centenário da sua Independência. Mas não é preciso ser finlandês para festejar, até porque a sua Natureza pode ser vivida por todos. E em qualquer época do ano.

Foi no dia 6 de dezembro de 1917 que a Finlândia se libertou das amarras do Império Russo, mas a população não vai esperar até ao final do ano para celebrar um século desde a sua independência. Bem pelo contrário. A festa começou no dia 1 de janeiro e estão programados mais de dois mil eventos ao longo de 2017, a maioria deles ao ar livre.

Uma comemoração local, sim, mas também um piscar de olho aos turistas, até porque se quase toda a gente parece reconhecer as virtudes do país, este nem sempre é uma prioridade quando chega a hora de viajar. Um erro. Da cosmopolita Helsínquia às inúmeras lojas e museus de design, são muitos os pontos de interesse, mas é na sua Natureza selvagem que continuam residir os seus maiores trunfos.

Observar a aurora boreal é outras das mais valias na Finlândia. É visível durante 200 noites por ano.

Afinal 76 % do território coberto por florestas! Só parques nacionais são 39. Isto é, 40. Aproveitaram a oportunidade para inaugurar o Parque Nacional de Hossa, um paraíso para quem gosta de pescar e fazer canoagem em lagos com águas puras e rodeado de bosques. E figuras rupestres. É possível acompanhar, desde que se respeite a natureza, o património e os animais, que tanto podem aparecer em forma de urso, renas, a águias ou cisne. O ar, esse, é puro. O terceiro ar mais puro do mundo, dizem os estudos.

> visitfinland.com
> suomifinland100.fl
> nationalparks.fl/hossa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.