Pelo sétimo ano consecutivo, Melbourne, na Austrália, foi eleita a melhor cidade para se viver. O ranking anual da Economist Intelligence Unit (EIU) – que fornece serviços de pesquisa e análise nacionais, industriais e de gestão em todo o mundo – acaba de ser revelado.

Para eleger as cidades mais habitáveis, o EIU analisou 30 fatores, que se enquadram em cinco categorias – estabilidade, cuidados de saúde, cultura e meio ambiente, educação e infraestruturas. Ao todo, 140 cidades receberam pontuação, numa escala de 1 a 100, considerando que 1 ponto é atribuído a condições de vida intoleráveis, enquanto 100 pontos expressam uma situação ideal.

Questões de agitação civil e de violência associada ao terrorismo colocaram cidades como Damasco, na Síria, e Trípoli, na Líbia, nas 10 cidades do mundo com menos condições para se viver em 2017.

Conheça as 10 cidades mais pontuadas, na fotogaleria acima.


Veja também:
Lisboa entre as melhores cidades para os millennials viverem
10 melhores cidades da Europa para andar de bicicleta

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.