Já alguma vez imaginou mergulhar numa piscina cheia de cerveja em vez de água? Parece estranho, mas não é.

A fábrica de cervejas Schloss Starkenberger, em Tarrentz, na Áustria, criou as primeiras piscinas de cerveja do mundo. Há sete piscinas de 3,96 metros cheias de cerveja – ao todo, são necessárias cerca de 42 mil pints (cerveja com 0,568 litros) para as encher.

As piscinas são conhecidas pelos seus benefícios para a saúde. O cálcio e as vitaminas contidas na cerveja são bons para suavizar e curar problemas da pele. Além disso, estes banhos aumentam a circulação sanguínea. No entanto, para usufruir delas, terá de pagar cerca de 216 euros por duas horas.

Os visitantes podem saborear uma cerveja fresca enquanto tomam banho, mas não deverão beber a que se encontra na piscina, já que tem alguns problemas associados ao calor e também ao facto de as piscinas não serem limpas depois de cada mergulho.

As piscinas ficam na adega do castelo de Starkenberger, construído há 700 anos. A cervejaria funcionava nas antigas salas de fermentação, mas em 2005 os tanques ficaram obsoletos e os proprietários decidiram dar-lhes novo uso. O artista Wernfried Poschusta foi contratado para transformar a adega do castelo e as antigas salas de fermentação. Depois de serem inauguradas em 2005, as piscinas tornaram-se populares e estão esgotadas na maior parte dos dias.


Veja também:
Os países onde se bebem mais litros de cerveja
10 cidades na Europa para apreciadores de cerveja