José Luís Peixoto

José Luís Peixoto

passageiro frequente

“Os livros que viajam”, uma crónica de José Luís Peixoto

Uma crónica de José Luís Peixoto. Todos os meses, nas páginas da revista Volta ao Mundo.
"Viajar é uma decisão que toca em tudo o que constitui a vida"

“Viajar é um sinónimo direto de viver”: uma crónica de José Luís Peixoto

Perder e ganhar ao mesmo tempo Com boas intenções, avisam-nos que temos de ir o mais depressa possível. Tens de ir a Cuba antes que...
José Luís Peixoto crónica: «Acredito que o meu pai valorizava esse tempo, esses quilómetros que partilhávamos no carro»

O que falta, o que temos: uma crónica de José Luís Peixoto

Quanto falta para chegarmos? Falta pouco, respondo aos meus filhos. E fazemos um jogo em que, à vez, pensamos em qualquer coisa e, fazendo perguntas...
José Luís Peixoto crónica: «Acredito que o meu pai valorizava esse tempo, esses quilómetros que partilhávamos no carro»

José Luís Peixoto: «Manhattan é o centro de um dos mundos que existem»

Aterrei pela primeira vez nos Estados Unidos em setembro de 2002. Na época, esse voo chegou ao aeroporto JFK. Contra tudo o que se...

José Luís Peixoto ficou rendido a este destino exótico pouco conhecido

Nunca conheci ninguém que tivesse tirado férias e atravessado o mundo para conhecer Manágua. Trata-se de um destino bastante exótico, muito extravagante e, como...

Berlim por José Luís Peixoto

Caminho na avenida, «unter den Linden» significa «sob as tílias». Não tenho pressa, apesar da neve e da noite. Sob as tílias, uma superfície...

Curitiba: uma crónica de José Luís Peixoto

Estava arrumada, à minha espera: apresentava uma temperatura amena, uma claridade amena, um olhar sem maldade. Assim, naquela calma de domingo, pareceu‑me uma cidade...

Um relato de José Luís Peixoto na Coreia do Sul

O escritor português é o «Passageiro Frequente» nas páginas da Volta ao Mundo e todos os meses nos escreve.

A maior herança: uma crónica de José Luís Peixoto

A maior herança Discordo sempre quando ouço alguém dizer que as crianças não aproveitam as viagens. Ainda não têm idade para aproveitar, diz essa pessoa que pode ter...

Ele ou eu: uma crónica de José Luís Peixoto

Quando saíste do aeroporto, espreguiçaste-te. Estava frio e era tudo demasiado real. Tentaste ligar-lhe, mas ele não atendeu. Voltaste a ligar-lhe, mas ele voltou a não atender.

MAIS RECENTES