Eilean Donan
Escócia

welcometoscotland.com

É o castelo escocês por excelência e tido como o mais fotografado do mundo. Não é caso para menos. A sua localização, na confluência de três grandes lochs (lagos) e no caminho para a ilha de Skye, colocam-no num cenário perfeito. Em ruínas no início do século xviii, foi restaurado dois séculos mais tarde. Hoje é morada do clã McRae, que o abre aos visitantes. Se quiser até pode lá casar.
eileandonancastle.com

Palácio de Catarina,
Rússia

Irina Afonskaya/imageBROKER/Corbis

O grande palácio começou a ser construído em 1717, como residência de verão para Catarina I da Rússia. Imponente no seu estilo estilo rococó era um símbolo da grandeza dos czares. O local onde foi construído, a 25 km de São Petersburgo, passou mesmo a ser conhecido como Tsarskoe Selo – «Aldeia do Czar». Designação que se alterou depois da revolução de 1917, altura em que foi convertido em museu e passou a ser chamado «aldeia das crianças», após as autoridades terem escolhido os melhores edifícios para serviços relacionados com os mais novos. Durante a Segunda Guerra Mundial o palácio e os jardins foram quase totalmente destruídos, mas na década de 1950 iniciou-se uma grande restauração que recuperou a identidade original.
eng.tzar.ru

Kotor,
Montenegro

Bertrand Gardel/Hemis/Corbis

A cidade costeira de Kotor é circundada por uma grande muralha fortificada, construída para fazer frente aos ataques e cercos a que foi sujeita durante os diferentes domínios (otomano, veneziano, dos Habsburgos), e ainda durante a ocupação russa. Do complexo sistema de fortificação fazem não só parte as muralhas, mas também torres, portões, baluartes, fortes, cisternas, um castelo e muitos outros edifícios de valor histórico e arquitetónico. Construída entre os séculos XII e XIV, a cidade mantém muitas das suas caraterísticas medievais e está por isso classificada como Património da Humanidade.
kotor.montenegro.travel

Vianden
Luxemburgo

Gavin Hellier/Robert Harding World Imagery/Corbis

Visitar o castelo e a pequena vila de Vianden é uma viagem aos tempos da Idade Média. Construído entre os séculos XIe XIV sobre as fundações de construções romanas e carolíngias, os seus pináculos, ameias e baluartes conferem-lhe um ar austero, ameaçador e feudal. No reinado de Guilherme da Holanda foi vendido peça por peça e acabou arruinado. Só em 1977, quando a família do grão-duque transferiu a propriedade para o Estado, começou a ser restaurado e devolvido à sua forma original. Todos os anos recebe vários eventos culturais, entre espetáculos de música, feira do livro e feiras medievais.
castle-vianden.lu

Castelo de Osaka
Japão

Robert Essel/Corbis

É um dos mais famosos castelos japoneses. Tem cinco pisos visíveis do exterior, mas na realidade são oito. Foi mandado construir no século XVI– em cima de grandes fundações de pedra, para proteger a população de ataques – por Toyotomi Hideyoshi, um dos senhores da guerra (e unificadores) do Japão. No século XVII foi quase destruído e anos mais tarde sofreu um grande incêndio. Recuperado no início do século xx, hoje serve como museu, expondo armamento e objetos históricos. À sua volta o parque de cerejeiras atrai muitos visitantes na primavera.
osakacastle.net/english

Palácio de Nymphenburg
Munique, Alemanha

Construído como residência de verão, por altura do muito esperado nascimento de Maximiliano Emanuel da Baviera (em 1662), é o maior palácio barroco da Alemanha e um bom exemplo da influência cultural italiana na região. Tem a primeira piscina aquecida da Europa (pós-  romana). O Grande Salão mantém-se quase inalterado há mais de dois séculos e as antigas cavalariças albergam uma grande coleção de coches e a famosa porcelana de Nymphenburg. Os jardins formais, em estilo francês, estendem-se até ao bosque.
schloss-nymphenburg.de

Castelo de Chambord
França

Frumm John/Hemis/Corbis

É o maior do famoso vale do Loire. Um exemplo perfeito da arte renascentista francesa que começou a ser construído em 1519 (para servir o rei Francisco I nas suas caçadas e para estar próximo da amante) e demorou décadas até estar concluído. Foi sofrendo sempre renovações e aumentos. Além de funcionar como museu há também atividades como passeios a cavalo e de charrete, de barco ou de bicicleta. Todos os anos há dois grandes eventos: a Feira da Caça, em junho, e o Chambord Festival, em julho. Neste ano celebram-se os 500 anos da coroação de Francisco I.
chambord.org

Methoni
Modon, Grécia

Jon Arnold/JAI/Corbis

Na mitologia grega esta seria uma das sete cidades oferecidas a Aquiles por Agamemnon, depois de Aquiles ter raptado Briseida. O local está cheio de mitos e lendas. A imponente cidadela do século xiii ostenta as armas com os leões venezianos, representando a ocupação de 1209. Construído pelos venezianos no início do século XIII, é um dos maiores castelos no Mediterrâneo. Uma ponte de pedra, com 14 arcos, liga a fortificação à costa. Na ponta do castelo há um ilhéu-fortaleza – Bourtzi, que serviu como prisão e regista um passado sangrento: diz-se que os ventos de inverno trazem o som dos gritos dos prisioneiros.
visitgreece.gr

Bran
Roménia

A construção remonta ao século XIII, mas foram as histórias sangrentas em torno de Vlad Tepes que trouxeram fama ao castelo. O príncipe serviu de base à personagem do Conde Drácula, romance publicado pelo irlandês Bram Stoker em 1897. Na verdade, o castelo onde Vlad terá habitado está em ruínas, mas Bram assumiu esse lugar por ser na mesma região. O filme realizado por Francis Ford Coppola em 1992 trouxe-lhe a consagração mundial e transformou-o num ponto de visita obrigatória para quem vai à Roménia. São famosas as suas festas de Halloween. Fica no meio da floresta, a dois passos da Transilvânia.
bran-castle.com

Forte de Janjira
Índia

mumbaihikers.com

Esta grande fortaleza marítima ocupa uma ilha perto de Murud, a sul de Mumbai. Foi o único forte da costa oeste da Índia a resistir aos ataques de Portugal, Holanda e Inglaterra. Tem ainda intactos os 19 baluartes com canhões. Agora em ruínas, o edifício tinha tudo o que era preciso: palácios, alojamento para oficiais, mesquita e um grande tanque de água potável. As primeiras construções, de madeira, são do século xv, mas foram depois fortificadas.
murudjanjira.net