Tem o encanto arquitetónico de meados do século XX, uma tradição secular no campo da música, o deleite dos charutos e do rum e é a capital de um país que acaba de sair de um embargo económico de mais de cinco décadas. Por tudo isto, esta é a altura ideal para visitar a Cuba dos irmãos Castro, antes que o futuro a transforme em algo indefinido – talvez demasiado turístico e mercantil. Para já, um pouco mais de um milhão de turistas visitam Havana todos os anos, mas a tendência é para esse número aumentar exponencialmente após a decisão de Barack Obama reatar relações com a ilha caribenha às portas de Miami. Siga as pisadas de Hemingway, descubra a ligação de Eça de Queirós a Havana e guarde espaço para os mojitos, claro.
infotur.cu