A transportadora aérea easyJet, a primeira ‘low cost’ a chegar aos Açores, faz no sábado a última ligação entre Lisboa e Ponta Delgada, após transportar cerca de 182 mil passageiros nesta rota.

«O último voo será o regresso do voo Lisboa-Ponta Delgada no sábado», informou hoje fonte da companhia à agência Lusa, adiantando que desde 29 de março de 2015, quando a easyJet começou a operar a rota Lisboa-Ponta Delgada, transportou cerca de 182 mil passageiros.

No passado mês de março, dois anos depois de a companhia ter «aterrado» nos Açores na sequência da liberalização das ligações aéreas entre duas ilhas do arquipélago e o continente português, o diretor da easyJet em Portugal, José Lopes, anunciou que a empresa iria deixar de operar esta rota.

«Vamos deixar cair a rota de Lisboa-Ponta Delgada», disse José Lopes em conferência de imprensa para anunciar o horário de inverno da easyJet para 2017/2018.

Na ocasião, o responsável da companhia britânica em Portugal explicou que a easyJet não conseguiu entrar naquele mercado «com a oferta mínima de qualidade». «Não conseguimos ter a oferta que queríamos, que era, no mínimo, ter dois voos diários. Não tendo essa capacidade preferi retirar e transformar essas rotas em rotas diárias [em outros destinos]», declarou José Lopes, lembrando que a easyJet lutou três anos pela liberalização daquele mercado.

No entanto, a easyJet decidiu «voltar atrás» e «abandonar a operação para os Açores», onde tem atualmente quatro voos de ida e volta por semana.

«Isto num momento em que acreditamos que com o aumento da oferta da concorrência não vai haver impacto negativo, nem no mercado, nem nos açorianos», declarou na conferência de imprensa.

A liberalização das ligações aéreas entre duas ilhas dos Açores – São Miguel e Terceira – e o continente entrou em vigor a 29 de março de 2015, dia em que um voo de uma ‘low cost’, da easyJet, chegou pela primeira vez aos Açores, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.
A única companhia de baixo custo que continua a voar para São Miguel é a Ryanair, transportadora que, desde dezembro de 2016, passou a operar também para a ilha Terceira.

Lusa

Quem escolhe o lugar da janela num avião é mais egoísta


Veja também:
Estes aeroportos não são aborrecidos: têm piscinas onde apetece estar
Este é o lugar que deve escolher no avião para ter o melhor serviço