Fantasmas, abóboras e caveiras invadem as ruas de muitas cidades na noite de 31 de outubro. O Halloween é celebrado um pouco por todo o mundo e não é uma festa apenas para crianças, que costumam bater à porta das casas a pedir doces. Halloween significa «All HallowsEve». «Hallow» é um termo antigo para «santo», e «eve» quer dizer «véspera».

Mas a noite que antecede o Dia de Todos os Santos não é recente – aliás, remonta a mais de 2 mil anos. Há quem acredite que o Halloween teve origem num festival celta, o Samhain, que celebrava o início do inverno e do novo ano a 1 de novembro, e o fim das colheitas. A tradição diz que, na noite de 31 de outubro, os mortos regressavam às suas casas para visitar os familiares, e os deuses passeavam por entre os vivos. Na Irlanda e na Escócia, muitas pessoas deixavam comida e bebida à porta, e faziam-se fogueiras – os chamados «hallowe’en fires» («fogos de hallowe’en») – para afastar os maus espíritos e as bruxas.

No século VII, o Papa Bonifácio IV substituiu a celebração pagã pelo Dia de Todos os Santos. Mais tarde, surgiu o Dia dos Fiéis Defuntos, também conhecido como Dia de Finados, dedicado aos mortos.

Ainda que a origem do Halloween não seja certa, a verdade é que hoje em dia é celebrado um pouco por todo o mundo. Conheça as diferentes celebrações, na fotogaleria acima.


Veja também:
Estes são os hotéis mais estranhos do mundo
Alojamentos fora do normal onde pode passar férias

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.