A primeira casa projetada pelo icónico arquiteto Antoni Gaudí – a exuberante Casa Vicens, no distrito de Gràcia – vai abrir ao público no final do mês de novembro e promete dar uma nova vida à cidade.

 

Quase um século depois da sua morte, o arquiteto de La Sagrada Família ainda é sinónimo de Barcelona. A 16 de novembro, a primeira casa projetada por Gaudí, iniciada em 1883, abrirá permanentemente ao público pela primeira vez.

A casa foi encomendada por Manuel Vicens i Montaner, dono de uma fábrica de tijolos. Vicens talvez tenha sido persuadido a apostar no então desconhecido arquiteto de 31 anos pelo chefe da Escola de Arquitetura de Barcelona, ​​que se referia à graduação de Gaudí como: «Nós atribuímos este diploma a um tolo ou a um génio. O tempo o dirá».

A audácia de Vicens resultou naquele que muitos consideram ser o primeiro trabalho importante do movimento modernista catalão, premiado pela Unesco em 2005. O trabalho do arquiteto é uma combinação de estilos, desde o japonês ao neoislâmico e à junção de elementos originais que se tornaram um sucesso improvável.

A Casa Vicens foi comprada por uma família local à viúva de Manuel, em 1899. Essa família acabou por lá viver durante três gerações, antes de colocá-la à venda em 2007. Em 2014, a instituição financeira de Andorra MoraBanc comprou-a e submeteu-a a uma meticulosa restauração que durou três anos.

O andar de baixo terá uma loja de lembranças, enquanto que no último andar, onde restava pouco valor arquitetónico, ficará uma exposição sobre a história e influências da casa, onde estarão os planos originais de Gaudí.

O gerente Mercedes Mora diz este é o tempo é certo para a abertura ao público da Casa Vicens: «A cultura move as emoções», afirma. «Este pode ser um momento de paz». Para ela, o edifício é um diálogo entre elementos contrastantes e até mesmo entre natureza e arquitetura. «Esta é a essência do universo de Gaudí – o jardim do modernismo catalão. Podemos ver as sementes dos vários estilos e técnicas que ele usou ao longo da sua carreira, e de outros que usou apenas aqui», sublinha. «Representa uma nova maneira de pensar».

A casa estará aberta todos os dias, das 8h às 20h. As crianças com menos de sete anos não pagam e os adultos pagam 16 euros.

» casavicens.org

10 mercados em Barcelona para comer até não poder mais


Veja também:
10 hotéis em Barcelona que têm piscina com vista para cidade
15 locais obrigatórios para visitar em Barcelona

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.