Há uma ilha em Nova Iorque desconhecida pela maioria tanto pelos habitantes da cidade como por turistas.

Chama-se City Island e é habitada por 4400 pessoas. Fica no Estuário de Long Island – faz parte do condado de Bronx – e tem cerca de 2,4 quilómetros de extensão.

É um lugar idílico, um mundo afastado do centro comercial e cultural que é a cidade de Nova Iorque. Um autêntico refúgio da confusão e agitação, considerado por muitos um dos segredos mais bem guardados da Big Apple – uma vila piscatória, com muitos restaurantes de marisco, capaz de fazer as delícias de quem a encontra.

Em 1654, o inglês Thomas Pell comprou um terreno aos índios Siwanoy Minneford. Entre 1700 e 1761, a City Island – conhecida na época como Minnewit, Mulberry ou Great Minnefords Island – foi vendida várias vezes antes de ser comprada por Benjamin Palmer, em 1761. Imaginando que viria a ser uma cidade portuária movimentada, Palmer pretendia transformar a Ilha Great Minnefords num centro comercial que rivalizaria com Manhattan. Para dignificar a fase de desenvolvimento que estava por vir, a propriedade foi renomeada New City Island. No entanto, à medida que a ilha começou a adquirir a sua própria identidade comercial – em grande parte devido à comunidade de pescadores de ostra e construtores de navios -, o «New» foi retirado do nome.

City Island costuma receber bastantes turistas nos fins de semana de verão, mas é muito calma e silenciosa durante o resto do ano. Qualquer dia é bom para conhecer a arquitetura típica e única da ilha. Os moradores têm a sua zona privada de praia, onde podem apreciar a vista para Manhattan – haverá melhor?

É possível chegar de carro passando pelo Pelham Bay Park, o maior parque público da cidade de Nova Iorque. No início deste ano, uma nova ponte para a ilha substituiu a anterior, que datava de 1901. Mas também se pode chegar à ilha de transportes públicos – basta apanhar o comboio 6 até à sua última paragem e, depois, mudar para o autocarro Bx29, que passa de 30 em 30 minutos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Partilhar