Sozinha e de mochila às costas, Patrícia Campos deixou o trabalho como técnica de Cardiopneumologia, em Vila Nova de Gaia, e partiu para uma aventura na América Latina que conta em livro que apresenta hoje.

Durante nove meses, e após deixar o trabalho no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, a cronista de viagens passou por 11 países e foi quando regressou a Portugal que surgiu a ideia de escrever um livro em que cada capítulo representa um país.

Onze|Nove é o título do livro de Patrícia Campos que retrata as histórias dos países por onde passou desde março de 2016 até ao dia 03 de janeiro de 2017.

“Queria levar às pessoas um bocadinho do que tinha sido a minha viagem. Tentar aliar as minhas histórias à história do país e trazer as minhas experiências mais marcantes para o livro”, contou à Lusa a cronista.

Com uma vida “estável e segura”, Patrícia decidiu “arriscar” e partiu em viagem, garantindo que pretendia ter a “oportunidade” de fazer uma viagem que também conciliasse a vertente do voluntariado.

Patrícia Campos iniciou a sua jornada de viagens na Guatemala, um país que segundo a cronista, marcou “o início de uma nova etapa” na sua vida. “Conheci pessoas que foram fantásticas comigo e foi o país onde eu passei mais tempo”, referiu Patrícia.

Dos 11 países por onde viajou, a cronista destacou alguns como o México pela “diversidade”, a Colômbia pela “hospitalidade” das pessoas, o Brasil pela “alegria constante” e ainda o Peru pela “magia da cultura”.

Patrícia Campos recordou ainda a experiência de voluntariado que teve na Nicarágua ajudando as comunidades na educação na saúde. Desde “muito jovem” que Patrícia faz voluntariado na área de ação médica e desde 2002 que é socorrista voluntária na Cruz Vermelha numa delegação em Paredes.

Patrícia Campos tem um blogue de viagens intitulado Looking Around e atualmente é líder de viagens da agência The Wanderlust.

O livro Onze|Nove é lançado hoje, na Casa do Xiné, na aldeia de Quintandona, em Penafiel, local próximo da sua terra natal.

Lusa

Como Patrícia Campos deu uma volta à vida e se tornou viajante profissional


Veja também:
Beatriz Cardoso tornou-se nómada e viaja de norte a sul de Portugal
Como Rute e Tiago Brito passaram de emigrantes a nómadas digitais

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.