Para amantes de História e em particular do tempo da II Guerra Mundial, Berlim é o destino ideal.

Em plena cidade, na Bernauer Strasse, além do Muro original, existia um centro de visitantes e o memorial dedicado às vítimas. Desde novembro 2015 há um centro de documentação cuja mostra permanente inclui vídeos impressionantes, informação sobre os métodos de fuga, as pessoas que sucumbiram e as que sobreviveram, que nem todas as histórias tiveram finais infelizes. Um registo sonoro evoca os que, de picareta na mão, partiram o Muro em pedaços para vender como lembranças.

O Checkpoint Charlie é outro marco do tempo do Muro de Berlim: a recriada casa dos guardas serve de decór para fotos com “atores” a fazer de soldados, a troco de uns euros. Aqui encontra-se também a placa “You are entering the American Sector”. Mesmo ao lado fica a Black Box, um pavilhão expositivo sobre esta fronteira mas que a contextualiza, traçando a história da Guerra Fria. Fotos, documentos e um elucidativo filme transportam o visitante no tempo.

O Tränenpalast, ou Palácio das Lágrimas, erguido em 1962 na estação de Friedrichstrasse, foi ponto de passagem entre o Este e o Oeste e hoje dá a conhecer o complicado processo, burocrático e psicológico, que era atravessar esta fronteira.

Rostos fechados são os que se encontram na visita à antiga prisão da Stasi, a polícia secreta da RDA, a meia hora da Alexanderplatz. Não é fácil percorrer as celas, saber sobre as técnicas para obter confissões e outros factos que ninguém quereria conhecer – mas a visita vale mesmo a pena.

O Checkpoint Charlie é outro marco do tempo do Muro de Berlim: a recriada casa dos guardas serve de decór para fotos com “atores” a fazer de soldados, a troco de uns euros.

O Reichstag é outro dos lugares a visitar pela história, pela cúpula, pela imensa vista. A construção remonta a 1884, ardeu em 1933 e foi destruída na II Guerra Mundial. A cúpula ficou concluída em 1999, ano em que o edifício passou a acolher o Parlamento. Mas para saber mais, nada como fazer uma escapadinha entre o presente e o passado de Berlim.

Reserve já a sua viagem!

Partilhar