Por mais que gostássemos de passear pelas ruas da Roma Antiga e até assistir a um duelo de gladiadores no Coliseu, o cinema de época é o mais próximo que conseguimos estar daqueles tempos. Ou será?

Filmes como “O Gladiador” ou “Spartacus” levam-nos numa montanha-russa de emoções, mas nada como a realidade virtual para nos oferecer uma experiência verdadeiramente imersiva. Felizmente, esta tecnologia já chegou ao Coliseu de Roma. Para nos fazer sentir em plena época de Júlio César, historiadores e programadores de jogos 3D trabalharam durante mais de um ano para fazer da visita ao Coliseu uma experiência de realidade aumentada. Conhecer Il Colosseo é agora mais enriquecedor. O que antes era um passeio por ruínas, tornou-se uma verdadeira viagem ao passado.
Através de óculos de realidade virtual, descobrimos uma reconstrução histórica 3D animada e interativa, narrada em vários idiomas, enquanto percorremos o monumento e admiramos a estátua de Nero, o Templo de Roma e Vénus. A parte mais arrepiante é atravessar a arena, onde podemos ouvir de perto o rugido dos leões e o barulho da batalha dos gladiadores.

Para nos fazer sentir em plena época de Júlio César, historiadores e programadores de jogos 3D trabalharam durante mais de um ano para fazer da visita ao Coliseu uma experiência de realidade aumentada.

Com duração de três horas, a experiência segue pelo subterrâneo do Coliseu e depois para o Fórum Romano. Como uma visita guiada, são dadas curiosidades sobre a História de cada recanto e estátua do monumento, assim como informações históricas importantes.

Esta será talvez a recordação mais “romana” para levar da capital de Itália, em que gravamos pelos nossos próprios olhos o passado que o Coliseu se esforçou por recriar. Para não quebrar de repente o misticismo de tão poderosa experiência, recomenda-se continuar a passear a pé pela cidade, descobrindo a cada piazza as suas fontes de água fresca, até chegar à famosa Fontana di Trevi, para onde é costume atirar uma moeda e pedir um desejo. Nesta fonte pode ser difícil tirar uma fotografia sem a presença de outros turistas, especialmente à noite, mas é paragem obrigatória de qualquer visita a Roma.

Para terminar em beleza, nada como desfrutar de uma boa fatia de pizza à italiana. Para uma refeição inesquecível, a chave é riscar o fast food e procurar os restaurantes tradicionais, na parte velha da cidade. No bairro de Trastevere esconde-se uma pequena pizzaria chamada “Dar Poeta”, onde além de fantásticas pizzas, preparam-se também bruschettas e outros pratos típicos. Está completa a receita para uma viagem perfeita a Roma: História, misticismo e gastronomia.

Reserve já a sua viagem!

Partilhar