O acesso à praia de Maya Bay, na ilha tailandesa de Koh Phi Phi Le, vai estar fechado a barcos de turistas durante os meses de junho, julho e agosto. O objetivo é recuperar as longas épocas de danos ambientais causados pelo excesso de turismo.

Segundo o jornal The Guardian, Maya Bay recebe até 5 mil visitantes por dia – a maioria dos turistas chega de barco a partir de Phuket ou de Koh Phi Phi Don. O turismo desta praia aumentou bastante desde que foi cenário do filme The Beach, com Leonardo DiCaprio.

O filme é sobre um backpacker (mochileiro) americano que viaja até à Tailândia para encontrar um paraíso «real» e intocado. Uma praia perfeita, por outras palavras. No entanto, a Maya Bay atualmente não tem nada de perfeito.

Esta medida vai ser implementada durante a época baixa da ilha (de junho a início de setembro), de forma a permitir a recuperação dos recifes de coral.

Cerca de 80% dos recifes da Tailândia foram destruídos, tendo como principais causas a construção de hotéis à beira-mar, as âncoras de barcos e os resíduos de plástico deitados ao mar.
Apesar de já terem sido postas em prática ações do mesmo género noutras praias tailandesas, esta é a primeira vez que os turistas serão efetivamente proibidos de chegar a Maya Bay de barco. O único acesso passa a ser através de uma outra praia na zona sul da ilha – Loh Samah Bay -, onde os barcos podem atracar. O passeio é de cerca de um quilómetro, mas pode valer a pena pelas paisagens incríveis.

Thon Thamrongnawasawat, vice-reitor da Faculdade de Pescas da Universidade de Kasetsart, em Banguecoque, afirma que a «solução ideal» seria fechar a baía permanentemente. Thon tem sido firme na defesa da necessidade de proteger os parques marinhos da Tailândia e tem alertado para o risco do turismo de massas. Durante uma visita a Maya Bay, em 2016, descreveu a praia como estando «tão densamente lotada que ficou sem palavras».

10 destinos no Sudeste Asiático de que nunca ouviu falar


Veja também:
Tailândia proíbe que se fume nas praias mais turísticas
As ilhas paradisíacas e menos turísticas da Tailândia

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.