«Projeto hoteleiro do século». A expressão foi utilizada para caraterizar o Bürgenstock Resort, megaempreendimento localizado na Suíça, quinhentos metros acima do lago Lucerna. Quase uma década de obras e centenas de milhões de euros investidos para recuperar um conjunto de hotéis que teve a sua época de ouro no final do século XIX, início do século XX.

Audrey Hepburn casou‑se ali (com Mel Ferrer) em 1954. Sophia Loren viveu ali durante vários anos. Já para não falar das míticas festas na piscina repletas de estrelas de cinema. Agora os tempos de ouro parecem estar de volta.

São quatro hotéis no total, inúmeros restaurantes de luxo que têm vindo a abrir pouco a pouco – a inauguração oficial está prevista para esta primavera – e um spa: Bürgenstock Alpine Spa. Já está a funcionar a cem por cento e são cem mil metros quadrados divididos por três pisos, com dezenas de salas de tratamento, hammam, sauna, ginásio aberto 24 horas por dia, estúdios de yoga, pilates, dança, boxe e todas as disciplinas possíveis e imaginárias.

E, é claro, uma piscina exterior aquecida com vista para o lago e para os Alpes. Daquelas piscinas e vistas que fazem capas de revista. Também é possível marcar aulas de vela, esqui aquático, rafting… a lista é interminável. Tudo isto num país que se diz cinzento.

Texto de João Ferreira Oliveira – Fotografias Direitos Reservados

Hotel na Suíça abriu só para mulheres – e tem sido um sucesso


Veja também:
Livigno: uma ilha de Itália nas montanhas da Suíça
Destinos de viagem para fugir aos mais populares

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.