A Icelandair é conhecida pela sua criatividade – os seus aviões homenageiam os glaciares, vulcões e outras maravilhas naturais encontradas na Islândia; as capas dos assentos informam os passageiros de que Thor, Frigga, Odin, Freyja ou algum outro deus ou deusa nórdicos podem ter acabado de deixar aquele banco da classe executiva.

Mas agora a companhia aérea decidiu levar a sua criatividade mais longe e criou uma cerveja artesanal para homenagear a sua nova aeronave.

As primeiras latas da IPA 737 transatlântica da Icelandair foram abertas na semana passada, num voo que partiu de Reiquejavique do primeiro Boeing 737 MAX da companhia, que se chama Jökulsárlon – em homenagem a uma lagoa glaciar do sudeste da Islândia. O avião é silencioso e de baixo consumo de combustível, tem o Sky Interior da Boeing, que apresenta janelas recém-projetadas, iluminação ambiente com LED e grandes compartimentos superiores.

A cerveja de edição especial foi criada na Boyne Brewhouse, na Irlanda, e é feita a partir de maltes europeus e lúpulo do Noroeste do Pacífico, onde a Boeing também está a preparar os próximos quinze aviões 737 MAX 8 e 9, que a Icelandair adicionará à sua frota transatlântica nos próximos quatro anos.

Os países onde se bebem mais litros de cerveja


Veja também:
Icelandair cria primeiro «avião glaciar» do mundo
O alcóol melhora a capacidade para falar línguas estrangeiras

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.