«Noroeste da Tunísia é muito verde e está cheio de vestígios romanos»

«Noroeste da Tunísia é muito verde e está cheio de vestígios romanos»

Embaixador Mounir Ben Rjiba destaca região montanhosa pouco visitada por quem visita sobretudo as praias tunisinas. Texto de Leonídio Paulo Ferreira Artigo publicado originalmente na edição...
«Em Kingston, como no Canadá em geral, a igualdade de género é a regra»

«Em Kingston, como no Canadá em geral, a igualdade de género é a regra»

Embaixadora do Canadá, Lisa Rice Madan, fala com orgulho de um país que cada vez é mais multicultural e também onde homens e mulheres...
Viaja de bicicleta para descobrir a arte urbana de todo o mundo

Viaja de bicicleta para descobrir a arte urbana de todo o mundo

E se juntasse duas paixões e fosse atrás delas pelo mundo fora? Nina Schwarzenberg trabalhava como designer gráfica num jornal quando decidiu ir atrás da...
Maritza Puertas: «Machu Picchu é inca mas representa todas as civilizações peruanas»

Maritza Puertas: «Machu Picchu é inca mas representa todas as civilizações peruanas»

Maritza Puertas, embaixadora do Peru em Portugal. Por Leonídio Paulo Ferreira «O Peru é um país com grande riqueza cultural e histórica. A civilização de Caral,...

Reportagem vídeo: São Tomé, no lugar da felicidade

O repórter Rui Barbosa Batista esteve em São Tomé e Príncipe e mostra-nos os segredos deste arquipélago com muito para descobrir. Veja o que resultou...
Conheceram-se na faculdade, apaixonaram-se e largaram tudo para viajar pela Ásia

Conheceram-se na faculdade, apaixonaram-se e largaram tudo para viajar pela Ásia

Ruben Ferreira e Vanessa Cabral conheceram‑se na faculdade. A dois, cedo se desencantaram com as rotinas e os vícios do mercado laboral. Partiram juntos...
É isto que Mariana Monteiro procura quando viaja

É isto que Mariana Monteiro procura quando viaja

Se viajar faz parte do equilíbrio, ultimamente a atriz portuguesa tem corrido o mundo com uma missão – ajudar e conhecer os outros. Entrevista de...

Paulo Canas e as ondas pelo mundo

Aos 28 anos, Paulo Canas equilibrou-se numa prancha de surf pela primeira vez. Com 35, só consegue pensar em viagens que o levem perto do rebentar das ondas. A primeira grande experiência foi em Bali, na Indonésia.

MAIS RECENTES