Viagens dos Leitores

Patrícia Campos em Amesterdão

 

Cliché ou não, Amesterdão é uma cidade peculiarmente fascinante. Saía pela centésima vez do avião e já o frio aconchegava, apesar disso, sempre que revisito a cidade tenho esta sensação clara, «I love Amsterdam». Retirava-lhe o frio que entranha em todas as camadas da pele e casava-me com ela no primeiro dia que a conheci.

#1 Amo a tranquilidade que as pessoas da cidade transmitem. Eles são de tal maneira práticos e organizados nas suas atividades que fazem reduzir os seus índices de stress quase a zero. E assim há tempo para ir correr no parque, passear o cão e brincar com as crianças no parque. Há tempo para o convívio depois do trabalho nas esplanadas aquecidas. Há possibilidade de trabalhar num café com boa música e tirar ideias com o vizinho do lado. Há tempo!

#2 Amo a possibilidade de chegar de bicicleta a qualquer lugar com frio ou com menos frio.

#3 Amo a convergência de culturas. A mistura de cores, línguas e de traços faciais.

#4 Amo a cultura vibrante por toda a cidade. Os artistas são inovadores, versáteis, criativos. Fazendo a qualquer momento renascer o recanto mais escondido da cidade.

#5 Amo a abertura de pensamento. Tudo é possível em Amesterdão e ninguém diz mal do vizinho. E daí que se possa olhar para dentro das suas casas, que a Red Light seja um correr de montras de prostitutas que todos podem olhar e que as drogas sejam uma coisa banal.

Cliché ou não. Com frio ou não. Amesterdão é uma cidade completamente diferente de qualquer cidade do mundo. E por isso é que a amo.


Participe!
Envie-nos as suas fotografias de viagens em formato jpg acompanhadas por um pequeno texto e autorização de publicação.
E-mail: voltaaomundo@globalmediagroup.pt ou por mensagem em facebook.com/volta.ao.mundo.revista

 

Viagens dos Leitores - Fotografias Shutterstock