Cuidado com o que veste em viagem: esta lei já entrou em vigor

Redação - Fotografias Direitos Reservados 15 Sep 2016

Angkor Wat, no Camboja, é um dos locais mais visitados do planeta e um dos mais famosos sítios classificados como Património da Humanidade pela UNESCO. Este complexo de templos engolido pela selva é cenário para milhares de fotografias, mas nem todas merecem a aprovação oficial.

Os responsáveis pelo local andam descontentes com a quantidade de imagens partilhadas nas redes sociais, onde alguns visitantes se esquecem do cariz sagrado e tradicional deste destino. Por isso, a Apsara, autoridade que gere o acesso a Angkor War, estabeleceu regras rígidas. Ombros e joelhos à mostra não vão ser permitidos. De acordo com a Apsara, «vestir roupas reveladoras desrespeita a santidade do templo e não será permitida a compra de ingressos a quem as apresente».

As autoridades vão também barrar o uso de calções demasiado curtos, a não utilização de soutiens ou o recurso a t-shirts que deixem ver as costas. Não será ainda permitida a nudez ou a exposição dos órgãos sexuais. E a lei já entrou em vigor.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.