Alex Voyer tem 38 anos e é fotógrafo. Depois de conseguir captar através da sua lente imagens de animais marinhos em todo o mundo, decidiu dar início a uma nova aventura. E por que não começar mesmo ao virar da esquina da sua casa, em Paris?

Para além de fotógrafo, Alex é também nadador e mergulhador. E foi assim que iniciou o seu novo desafio. Começou por nadar no Canal de L’Ourcq, perto do seu apartamento. Depois, passou a nadar e a fotografar onde quer que encontrasse água, independentemente da sua temperatura e cor. Nasceu então o «Paris Wild Swimming Club».

Alex Voyer e os amigos deste clube nadam ilegalmente nos canais da cidade de Paris, seja durante o dia ou de noite, verão ou inverno. São todos nadadores, e a maioria domina as técnicas de resgate e salvamento. O clube teve origem num outro grupo de Facebook – «Laboratoire des baignades urbaines expérimentales» (um grupo de “nadadores urbanos”) -, criado em 2012 para mergulhos em conjunto durante o verão, em Paris.

O «Paris Wild Swimming Club» é um grupo aberto, ou seja, qualquer pessoa que queira dar um mergulho nas águas citadinas pode juntar-se a ele e entrar nesta aventura. O único senão: é proibido nadar nos rios e canais de Paris, exceto na corrida anual de natação em Ourcq. Por isso, estes nadadores estão sempre de olho na polícia – não vá ela chegar. É exatamente por esta razão que não costumam nadar no rio Sena – que tem vigilância – e escolhem canais nos arredores do centro.

Alex assume já ter nadado em quase todos os locais aquáticos de Paris, desde fontes a catacumbas, incluindo, claro, o Sena. Este inverno, ele e os amigos tiveram de quebrar o gelo do rio para conseguirem dar um mergulho. Agora, depois de terem experimentado as água geladas de Paris, estão a pensar participar no próximo campeonato de natação no gelo.

Veja as fotografias tiradas por Alex Voyer na fotogaleria.

Por Mafalda Magrini – Fotografias Alex Voyer

Veja também:
Fotografias incríveis do mundo mágico de Capadócia
25 locais obrigatórios para visitar em Paris

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.