Dormir numa prisão sem estar condenado – já alguma vez imaginou uma experiência do género?

Na Holanda, várias prisões desativadas estão a ser transformadas em hotéis de luxo. Pelo menos 19 estabelecimentos prisionais holandeses fecharam nos últimos quatro anos, depois de uma queda de 25% na taxa de criminalidade durante a última década e da redução das penas. Algumas prisões foram transformadas em hotéis, mas outras tornaram-se casas para refugiados.

O hotel mais famoso é Het Arresthuis (que significa Casa de Detenção). Fica na região holandesa de Roermond, na província de Limburgo, e está inserido numa prisão de 1863. O hotel mantém alguns pormenores originais, como as janelas com grades, as portas das celas e as escadas em ferro. Claro que as celas foram transformadas em quartos e suítes luxuosos. É ainda possível alugar um bloco de celas inteiro para dar uma festa para um máximo de 200 pessoas.

Mas não é só na Holanda que este fenómeno está a acontecer. Também em Inglaterra existem hotéis que são antigas prisões. É o caso do The Malmaison, em Oxford, onde três celas originaram um quarto e uma suíte. As divisões associadas aos castigos corporais foram transformados em escritórios – assim de certeza que não terá pesadelos.

O mesmo aconteceu em Istambul, na Turquia. O edifício do hotel Four Seasons era uma antiga penitenciária, que recebia políticos e artistas. O hotel manteve a arquitetura neoclássica de linhas direitas, e transformou a prisão num hotel de luxo a poucos minutos das principais atrações da cidade.


Veja também:
Hotéis portugueses entre os melhores da Europa
Os 12 melhores hotéis nos canais de Amesterdão

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.