Conteúdo patrocinado

Deitados numa cadeira de praia e a beber um cocktail fresquinho, esquecemos as preocupações do dia a dia e as burocracias são adiadas para o regresso a casa. A não ser…

… que o telemóvel esteja ligado, e aí é provável que algum incauto parceiro de negócios, colega de trabalho ou o gestor de conta do banco, em modo ativo nos seus respetivos empregos, nos telefone a falar sobre uns documentos importantes que seguiram por correio. A verdade é que a vida não para e há assuntos que não podemos adiar. Enquanto relaxamos na praia, o carteiro esforça-se por colocar mais uma carta numa caixa de correio já a rebentar pelas costuras e no seu bairro já toda a gente sabe que está de férias. No limite, uma caixa de correio a transbordar denuncia a sua ausência também a potenciais assaltantes, tornando-se uma situação perigosa.

Seja por ir de passeio, numa viagem de negócios ou até no caso de estar a aproveitar as férias para mudar de casa, os CTT oferecem soluções para que não encontre a sua caixa de correio sobrelotada no regresso (o que, no caso de férias, provoca logo aquele choque dos últimos dias).

O serviço de Reexpedição de Correspondências permite que o seu correio seja entregue numa morada diferente da que consta nas cartas que lhe são enviadas – por exemplo, a sua nova casa ou destino de férias. A solicitação do serviço pode ser realizada em qualquer loja CTT, mediante o preenchimento do respetivo formulário. Para o efeito, é necessária a identificação e reconhecimento da assinatura do requisitante e de todos os elementos envolvidos no pedido. No caso de uma empresa, é necessária a apresentação de documentos que comprovem a qualidade enquanto representante da mesma.

O pedido de Reexpedição tem de ser efetuado com 3 dias úteis de antecedência, face à data pretendida para o início da prestação do serviço, que será realizado durante o período de tempo indicado pelo cliente, até 12 meses. No final da sua validade, as correspondências passam a ser entregues na morada nelas indicadas. O pagamento é aplicado mensalmente e pode ser efetuado através dos meios disponíveis na Loja CTT no momento da requisição.

Se não pretender indicar nenhuma morada alternativa, os CTT podem guardar a sua correspondência, através do serviço de Retenção de Correio. As cartas podem ser retidas numa Loja CTT ou Centro de Distribuição Postal, sendo que a escolha do local é feita pelo cliente, mediante indicação expressa no ato de requisição do serviço.

Cada período de retenção é válido por 1 mês, e o cliente destinatário pode sempre levantar o correio que se encontre detido, mantendo-se a execução do serviço até ao prazo acordado. As correspondências que não forem levantadas, terminado o período de retenção, serão entregues na morada do cliente. No caso de Correio Registado, a correspondência fica retida durante seis dias, pelo que findo o prazo, será devolvida ao remetente.

Seja por motivo de férias, viagem de negócios ou mudanças, agora já é possível ausentar-se de casa sem preocupações e sem incomodar ninguém para levantar o seu correio.