A China vai lançar, em setembro, o comboio mais rápido do mundo. A ligação entre Pequim e Xangai vai passar a ser de quatro horas e meia, noticiou hoje a imprensa chinesa.

O «Fuxing» («rejuvenescimento», em chinês) vai começar a funcionar a 21 de setembro, depois de terem sido realizados, com êxito, três testes. A velocidade média é de 350 quilómetros por hora, podendo atingir um máximo de 400 quilómetros. A média deste novo comboio de alta velocidade supera o atual comboio em 50 quilómetros por hora.

A viagem de 1.318 quilómetros entre as duas principais cidades chinesas, Pequim e Xangai, vai ter uma frequência diária.

O novo modelo foi desenhado e fabricado pela China, e inclui um sistema de controlo que abranda automaticamente, em caso de emergência ou condições anormais.

O Governo chinês prevê que, em menos de dez anos, a rede de alta velocidade do país atinja os 38 mil quilómetros, quase o equivalente à circunferência da Terra, medida pela linha do Equador.

No total, o investimento chinês no setor ferroviário de alta velocidade ascende a 360 mil milhões de dólares (306 mil milhões de euros).

Lusa

Veja também:
10 viagens de sonho em comboios de luxo
Sabia que há um comboio no Japão criado por um designer da Ferrari?