Ganhar coragem e ir viver para fora do país é algo verdadeiramente emocionante, mas um tanto assustador.

E escolher qual a cidade para onde ir é bastante importante. Há vários fatores que é preciso ter em conta, como as oportunidades de trabalho, a cultura do país e a sua economia. Já para não falar do custo das despesas básicas, que varia muito de região para região.

Dependendo de para onde vai viver, pequenas diferenças, como o custo da renda ou até mesmo de um café, podem ser um enorme choque cultural, em comparação com o que está habituado a pagar.

O Business Insider fez uma lista das cidades europeias onde é possível viver com menos de 600 libras (680 euros) por mês – é menos de um terço do custo de vida mensal em Londres (cerca de 2 mil euros).

As informações sobre estas cidades foram divulgadas pelo Numbeo’s Cost of Living Index, que analisa os custos diários nas principais cidades do mundo e é atualizado todos os meses. A Numbeo inclui a Rússia na Europa.

O índice inclui vários fatores, como o custo de compras de supermercado, alimentação e consumo, viagens, renda, serviços públicos e até mesmo outros ocasionais como roupas e idas ao cinema.

Esses dados representam uma aproximação arredondada de quanto uma pessoa gasta em cada cidade durante o período de um mês. O Business Insider destacou alguns exemplos específicos – incluindo o custo de um café, uma cerveja, renda e viagens em cada local.

Conheça o top 10 das cidades na fotogaleria acima.

25 destinos para quem procura sol durante o inverno


Veja também:
10 melhores cidades do mundo para se viver
20 cidades europeias mais baratas para um fim de semana no outono

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.