Serge Anton, fotógrafo belga, passou os últimos 30 anos a viajar pelo mundo e a fotografar diferentes culturas.

Já visitou França, Brasil, Alemanha, Cuba, Suíça, Grécia, Estados Unidos, mas dedicou-se principalmente ao continente africano e asiático, tendo fotografado na Tunísia, Egito, Quénia, Marrocos, Zâmbia, Zimbabwe, Tanzânia, Etiópia e Japão.

Durante as suas viagens pela África e pela Ásia, Serge dedicou algum tempo a fotografar os rostos de vários povos, procurando retratar o estilo de vida de cada lugar. Agora, decidiu compilar essas fotos num livro a que chamou «Faces», onde, através das fotografias, conta as histórias de culturas exóticas e distantes.

«Sou fascinado pelo rosto das pessoas desde a minha infância. Estou constantemente a observá-los, a tentar lê-los, entender e sentir o que expressam. Quando era criança, estava literalmente rodeado por livros que apresentavam rostos humanos», afirma Serge Anton.

«Cada rosto é o reflexo do que o ser humano esconde no seu interior, espiritual e emocionalmente, é um estado de alma, uma expressão passageira ou transitória. Eu gosto de capturar o momento, de compreender o que é revelado naquele instante furtivo e que pertence apenas àquele momento único», acrescenta.

Veja alguns dos retratos de Serge Anton, na fotogaleria acima.

10 dicas para tirar as melhores fotografias de viagem


Veja também:
Rostos e paisagens de uma viagem ao sul da Índia
Viagem fotográfica ao Sri Lanka

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.