Os hotéis Shakti, nos Himalaias, criaram um programa vocacionado para quem procura um retiro de silêncio. Mas sem sofrimento. Fala-se em retiros de silêncio e, por defeito, pensa-se em mosteiros e em regime de clausura. Não, nem todos os retiros têm de implicar doses generosas de culpa ou sofrimento. Bem pelo contrário. A este programa criado pelo grupo Shakti está claramente associada a palavra prazer, não só porque se realiza num hotel de cinco estrelas, mas porque está situado nos Himalaias.

São três hotéis, na verdade, todos com características distintas, localizados no lado indiano da cordilheira. O objetivo passa por fazer um detox tecnológico – tem de haver um lado de renúncia – e acalmar o ritmo, tendo sido por isso criadas uma série de iniciativas o mais calmas, serenas e orgânicas possíveis, tais como manhãs de meditação, aulas de yoga ou passeios a pé pela região. Sempre que possível em silêncio, mas ninguém é obrigado a ficar calado o tempo todo, até porque muitos dos passeios vão precisamente ao encontro das comunidades locais, para que os hóspedes percebam como é possível viver sem estarmos constantemente (des)ligados.

Os que quiserem ir mais longe têm sempre a possibilidade de fazer campismo selvagem. Quase selvagem. Os hotéis Shakti ficam localizados na pouco explorada região de Kumaon, na Índia.

O programa chama-se «Cabeça nas Nuvens».
Preço: oito noites custa 5000 euros por pessoa.

> shaktihimalaya.com


Veja também:
Destinos e dicas de quem viaja pelo mundo a praticar yoga
15 refúgios para dormir em harmonia com a natureza

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.