Tem poucas horas para visitar uma cidade e não tem onde deixar a mala de viagem? Ainda não fez o check-in num hotel e quer aproveitar todos os minutos? Se antigamente se tratava de um problema, agora já não o é.

A CityStasher, uma startup sediada em Londres, é uma das soluções para o seu caso. Esta empresa disponibiliza-lhe locais onde deixar a mala, um pouco por toda a cidade.

A Lonely Planet News falou com um dos fundadores da CityStasher, Jacob, para saber como surgiu a ideia. «Um dos nossos fundadores vive no centro de Londres. Um amigo estava a visitá-lo e tinha muita bagagem consigo, que tinha de transportar pela cidade. Então, perguntou ao primeiro se ele poderia guardar as malas no seu apartamento – e foi assim que surgiu a ideia. E se houvesse muitos outros locais de confiança para guardar as bagagens em Londres?», contou.

E é muito simples. Basta descarregar a aplicação – ou ir ao site – e pesquisar pela área onde se encontra. Depois, verá vários pins que mostram os hotéis ou as lojas que trabalham com CityStasher e que poderão receber a sua mala. Selecione aquele que lhe for mais conveniente e faça a reserva. Apenas terá de pagar entre quatro a seis libras (conforme precise de três ou mais horas). Quando questionado sobre a segurança dos locais escolhidos para serem anfitriões e receberem as malas dos turistas, Jacob afirma que verificaram todos os locais antes de os aceitarem: «Nunca tivemos um incidente, nunca tivemos uma reclamação e armazenámos mais de 20 mil malas ao longo deste primeiro ano. Esperemos que continue assim». A bagagem tem um seguro até 750 libras, para o caso de haver algum imprevisto.

Para já, o serviço está disponível no Reino Unido (em cidades como Londres, Oxford, Manchester, Brighton, Cambridge, Southampton, Edimburgo, Glasgow) e em Amesterdão, na Holanda. A empresa prevê expandir-se até França e Alemanha.

O site da CityStasher oferece ainda guias das principais cidades.


Veja também:
Esta aplicação é o guia perfeito para descobrir uma cidade
Esta é a nova aplicação para quem vai viajar sozinho