A Ryanair vai começar a ter voos diretos para a Jordânia.

A companhia aérea low-cost vai passar a voar para dois destinos no país – a capital, Amã, e a cidade de Aqaba – prevendo um total de 14 novas rotas até outubro – 10 para a primeira cidade e quatro para a última.

Os voos têm início em março, com origem em Paphos, no Chipre, e destino a Amã. Há tarifas de ida e volta a rondar os 50 euros. No entanto, a Ryanair não voa de Portugal para o Chipre.

A partir de outubro serão alargados a outros países, nomeadamente às cidades de Vilnius, na Lituânia, Bruxelas, na Bélgica, Praga, na República Checa, Bucareste, na Roménia, Milão e Bolonha, em Itália, e Budapeste, na Hungria. Também no mês de outubro, passarão a existir voos diretos de Atenas (Grécia), Colónia (Alemanha), Roma (Itália) e Sofia (Bulgária) para Aqaba. Destinos estes que facilitam as ligações a partir de Portugal, voando com a Ryanair para chegar à Jordânia.

«Estas novas rotas permitirão que novos viajantes de negócios e turistas de 11 países europeus viajem para um dos destinos turísticos mais atraentes do mundo», afirmou David O’Brien, director comercial da Ryanair.

Segundo a companhia irlandesa, estas novas rotas transportarão 500 mil clientes por ano. Para celebrar o lançamento da nova rota, David O’Brien anunciou que a companhia aérea promete «voos entre Paphos-Amã desde 19,99 euros para viagens em abril e maio», até às 23h59 de 7 de fevereiro.

Destinos baratos onde está bom tempo em fevereiro


Veja também:
Reservar quartos com a Ryanair agora garante descontos nos voos
Os melhores destinos na Europa para ir em fevereiro

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.